Biologia + Ciências Naturais

Khort: Finalmente uma invenção brasileira

Os americanos se orgulham bastante de suas patentes. Praticamente qualquer ideia, por mais idiota que seja pode ser registrada e virar uma patente, nem precisa funcionar. Infelizmente os brasileiros almejam ser patenteadores de bobagens também e depois de feita a patente, ficam fazendo mimimi “ahhh eu não tenho oportunidade de fabricar meu invento, o governo não ajuda…” .

Mesmo assim, às vezes surge um abençoado com uma ideia de verdade e espírito empreendedor para fazer as coisas acontecerem. Parabéns Leopoldo, você é um exemplo de inovação e empreendedorismo para o país!

Você já deve ter passado por isso. Tentou usar um sachê de ketchup e se sujou todo ou quase desistiu pela dificuldade de abrir a embalagem com o nada fácil ‘abre-fácil’ – o picote que vem em produtos para ajudar a abri-los. Quando uma das mãos segura um sanduíche, a tarefa torna-se ainda mais complicada.

Poder usar o sachê com o sanduíche na outra mão o levou a pensar: por que não desenvolver uma forma mais fácil de abrir essas embalagens?
Acostumado a essas situações, o administrador de empresas Leopoldo Aquino Almeida, do Rio de Janeiro, se surpreendeu ao receber, numa lanchonete, um pratinho com os sachês já cortados por uma tesoura.

Desempregado, resolveu levar a ideia adiante. “As pessoas costumam imaginar boas soluções para problemas, mas não saem da zona de conforto. Eu resolvi apostar”, conta Almeida. Após um ano desenvolvendo protótipos do produto, em 2008, o administrador chegou ao resultado final – o Khort.

Fonte: Ciência Hoje

2 comentários sobre “Khort: Finalmente uma invenção brasileira

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s