Reflexões

Mário ensina a viver…

Outro dia, enquanto jogava videogame com meu neto de 5 anos, relembrei a importância de um projeto de carreira. Imagine a cena: o jogo começa e eu estou sempre uma ou duas jogadas atrasado. De repente, passam na tela uma corda dourada e uma lança preta. O garoto fala: “Vovô, você não pegou a cordinha?”. Eu nem vi a cordinha. Pergunto para que serve a corda. O garoto ri e pergunta se eu peguei a lança. “Que lança”, questiono. O menino ri de novo. Aparece então um monstro de cinco cabeças, que só morre com a tal cordinha enlaçada no pescoço e a lança espetada na barriga. Sem elas, o jogador perde. Resultado? Morte súbita. Se eu tivesse praticado antes e soubesse que ia precisar da cordinha, a teria levado comigo. Se tivesse jogado um jogo qualquer antes, ficaria atento a essas ferramentas que servem para salvar a vida quando você é atacado pelos incríveis monstros….

Fonte: Você S/A

Essa historinha é muito mais interessante do que parece. De fato, aprendi muita coisa jogando RPG. Sobre planejar, explorar e aprender. Nada deve ser menosprezado na sua Jornada Pokemon. Isso fica cada vez mais óbvio conforme o tempo passa e nossa experiência começa a fazer diferença.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s