Reflexões

Eleições 2010

Eu nunca fui muito chegado em política, até por que aqui no Maranhão a sujeira é tão grande que nem adianta. Como muitos, estou aguardando a velha raposa descansar, por que antes disto, nada vai mudar. Enquanto o Maranhão fica parado no tempo por 40 anos o resto do país anda. Acho que desde o império não via o país tão estável. Sou de 87, vi a queda do muro de Berlim, lembro vagamente dos broches “Sou fiscal do Sarney”, lembro de Collor presidente, do confisco da poupança, de comprar pão com uma nota de 10.000 Cruzeiros, de Itamaaarrr, do Fora FHC e tudo depois disto em Full HD hehe.

A questão é que estamos próximos do que será o quinto mandato presidencial seguido eleito sem golpes ou cambalachos, muito graves diga-se. É um momento importante para a história do país como democracia.

Assim como Aristóteles, acho que a democracia é uma distorção do Estado Constitucional. Creio que seria muito melhor se o voto além de não obrigatório fosse um direito conquistado, como uma habilitação, só para quem tem curso superior ou não for analfabeto funcional ou outra forma de demonstrar discernimento. Podem chiar o quanto for, sou do Mal mesmo!

Peguei no Twitter, via @rmtakata, este teste da revista Veja: Que candidato pensa como você?
Ele é muito interessante. Consiste de uma coleção de citações dos candidatos. Você concorda com elas ou não, assim ele vai definindo a sua afinidade. Abaixo meu resultado, não me surpreendeu. Um defeito do teste é que em vários pontos não concordo com nenhum deles ou as citações simplesmente carecem de significado prático, mas é curioso, talvez perto das eleições se for atualizado com mais coisas se torne um exercício…

Are U Sure?
Are U Sure?

Nenhum dos candidatos à presidência ou a qualquer outra coisa me agrada. Então estou focado em escolher aquele que seria o menos prejudicial, o que também é muito difícil. No momento estou sem candidato definido e pretendo votar em branco na maioria dos cargos. Até as eleições tenho bastante tempo para pensar em quem votar. Nos últimos meses estive pensando em cenários: O que aconteceria se fulano ganhasse?

Dilma

É a mulher da peruca forte! Acho que ela usa muito o estereótipo e mulher em sua campanha, como se isso fosse vantagem o que mostra que está sendo oportunista quanto a isso. Marina por exemplo poderia usar disto e não usa… tanto. Dizem que Dilma não tem experiência política. Vejo isso como algo bom, Obama também não tem, nem Lula que não soube de nada até agora.

Como disse a revista Veja na época do mensalão: ou ele está envolvido até o pescoço ou é incompetente demais para ser um presidente. Creio que seja ambos… não gosto dele se restam dúvidas.

O grande problema de Dilma a meu ver é que ela é exatamente aquilo que diz ser: sucessora do governo Lula. Vejamos, tivemos uma economia em crescimento que sobreviveu à devastadora crise dos anos 10 certo? Tivemos avanços em todas as áreas, desde aspectos sociais com pessoas saindo da miséria até a pesquisa científica o que é louvável vindo de um presidente que não completou os estudos (engoli meu orgulho). Porém, é importante ressaltar que muitos destes avanços são fruto do crescimento econômico que por sua vez é resultado da política de austeridade fiscal do governo FHC. Lula apenas colheu os frutos do governo anterior e não soube planta-los.

O crescimento econômico foi significativo porém, baixo em um momento de economia fervilhante. O Brasil poderia ter crescido muito mais. Mesmo a gestão da crise foi falha pois tínhamos o potencial de sair dela como liderança mundial e saímos na mesma. O mundo já voltou a girar e estamos ficando para trás novamente. Outro aspecto do governo Lula que não me agrada é a proximidade com ideologias populistas e ditatoriais como os diálogos no Irã, a complacência com a Venezuela e os olhos bem fechados com Cuba. Será que Dilma pretende continuar com tudo isso? Ela diz que sim, mas não explica como nem até quando.

Companheiro, um dia sua barba vai ser como a minha...
Companheiro, um dia sua barba vai ser como a minha...

O que temos hoje:

  1. Parceiros comerciais fracos;
  2. Baixos investimentos na educação básica, forte investimento em pesquisa;
  3. Posição diplomática questionável;
  4. Falta de ética total no governo

O que seria se Dilma ganhasse?

  1. Forte estagnação na economia a longo prazo;
  2. Degradação ambiental institucionalizada;
  3. Problemas no mercado de trabalho com falta de profissionais qualificados. Aumento das diferenças sociais relativas à educação;
  4. Perda de parceiros importantes no cenário internacional;
  5. Níveis críticos de corrupção no novo governo. Chance de instabilidade política a longo prazo

José Serra

O homem da peruc… deixa pra lá. Nas ultimas eleições votei em Alckmin, não por considera-lo um bom candidato, mas apenas por ser o com mais chances de derrubar o governo petista. Discordo em muitos pontos das políticas do governo tucano embora eu mesmo seja um neo-liberal, de certo modo. Assim como Dilma, o governo Serra seria um típico governo tucano, uma continuação do FHC, mas com toques de personalidade. Não lembro muito bem do governo FHC mas lembro bem das aulas de geografia e vi algumas conseqüências dele no presentes..

E assim como Dilma, Serra não deixa muito claro de que lado está afinal…

Seria um governo bem melhor para os comerciantes e não tão bom para as indústrias, mesmo assim, vantajoso para as empresas em geral. De fato, haveria um melhor aproveitamento das oportunidades no exterior, com mais parcerias comerciais, o país teria uma projeção internacional melhor. Até onde me lembro o governo FHC não era muito de assistencialismo, isso inclui aposentados, então os bolsas família da vida ou se transformam em algo ou somem. A política não seria limpa, porém, haveria mais disputa entre os grupos políticos, são todos uns carniceiros mesmo, o medo manteria todos na linha, haveria menos negociatas de um modo geral.

O site do Serra não ajuda muito, tem muita coisa e pouco conteúdo na página principal. Ele descreve o plano de governo com mais detalhes do que o de Dilma, mesmo assim é meio ruim de navegar. E ainda é levemente incompatível com o Firefox, perdeu uns pontos comigo! :(

O que temos hoje:

  1. Investimentos fortes nas universidades e em pesquisa através das agências de fomento;
  2. Grande crescimento do varejo;
  3. Governo semi-comunista/uni-partidário e onipresente

O que seria no governo Serra?

  1. As universidade seria atiradas no caos novamente, o tucanos são a favor da privatização;
  2. Crescimento mais uniforme da economia, uniformidade dos setores, por que as regiões vão crescer cada uma para um lado. Norte/Nordeste vai para o buraco;
  3. Maior presença de outros partidos, governo menos intervencionista

Marina Silva

Vai ou não vai?
Vai ou não vai?

Ela tem uma cara de professora, não tem? A Marina se apresenta como uma sucessora: “Marina Silva integra os avanços dos governos FHC e Lula. É o passo adiante para superar as deficiências que persistem no país.Não é uma opositora, que rejeita tudo, nem uma continuadora, que vê tudo positivo. É uma sucessora.”

De todos, o site da Marina é o mais arrumadinho

Eu realmente a vejo como um meio termo entre Serra e Dilma. A proposta de Marina é de continuidade, pois a proposta de Dilma é continuidade e a de Lula também foi em relação à FHC. Ela tem algumas posições próprias que podem ser um tanto polêmicas como seu a apoio a coisas duvidosas ou o fato de ser muito esquiva as vezes…

A meu ver é uma questão de bom senso, de quem está lá. O que vejo de fraco em Marina é que apesar de toda a projeção ela parece ter pouca presença. Sei que política é uma caixinha de surpresas, mas vejo uma grande chance de ser um governo fantoche. Será legal no começo, mas com o tempo os burocratas assumirão o controle de tudo e a deixarão de lado, ela será só uma necessidade legal. Marina ainda não me convenceu de que pode assumir um país.

O que temos hoje:

  1. Um sistema educacional que é uma droga;
  2. Um governo que toma posições ideológicas questionáveis;
  3. Estagnação política

O que seria o governo Marina?

  1. Há uma grande chance de amplas reformas finalmente acontecerem na educação e em outros setores como o tributário e previdenciário. Se o PV não conseguir domar o congresso, o governo Marina simplesmente será abafado…;
  2. Ideologicamente ela tem um jeito de comunista, sei não. Sua postura em relação a sustentabilidade é impressionante, enquanto orientação de valor. Se isso for mal aplicado será desastroso;
  3. Marina seria um sopro de renovação, isto colocaria a estrutura política atual em cheque o que no longo prazo forçará uma total reestruturação do poder no país. Pode ser para pior, depende de quem gerencia.

Em outubro eu decido…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s