Biologia + Ciências Naturais

Mola Fria: O Chamaeleo calyptratus dispença o pré-aquecimento

Uma coisa importante sobre a maioria dos répteis é que ele precisam de aquecimento externo para funcionarem direito. Isso por que são animais exotérmicos e ao contrário de nós, dependem da temperatura ambiente para se manterem aquecidos. Por isso é tão comum ver lagartos tomando banho de sol por aí, crocodilos que o digam. Até que atinjam uma temperatura apropriada, em torno de 35°C, suas funções ficam comprometidas, sendo difícil para eles caçar o fazer qualquer coisa. Essa regra tem poucas exceções como o Sphenodon punctatus da Nova Zelândia o qual se mantem ativo em temperaturas muito baixas que seriam paralisantes para qualquer outro réptil.

Hora do banho de sol moçada!

O que o camaleão Chamaeleo calyptratus faz é driblar isto de forma engenhosa, como descrito no NewScientist. Como durante as primeiras horas da manhã seus músculos ainda são lentos demais para disparar a língua e capturar presas rápidas como insetos. Então eles utilizam de um outro artifício. O segredo é o colágeno. Os músculos que disparam a língua guardam energia em pequenas molas de colágeno que então são liberadas durante a projeção. Isso é bem útil pois o colágeno não depende da temperatura para ter velocidade. Assim ele tem tempo de carregar a língua antes de dispara-la. A descoberta foi feita por pesquisadores da University of South Florida e publicada na PNAS.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s